Click to listen highlighted text!Powered By GSpeech
Welcome to Cidade de Évora, Portugal - Evoracity.NET  Welcome to Cidade de Évora, Portugal - Evoracity.NET
sexta 21 Jul. 2017
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

terça, 28 outubro 2014 14:14

Évora: Cendrev leva à cena "Onde é que eu já vi isto, perguntou ele"

Escrito por 

"Onde é que eu já vi isto, perguntou ele" é o título da peça que o Cendrev estreia na quinta-feira, em Évora, num texto de Rui Pina Coelho que homenageia esta companhia teatral e "os heróis" do teatro.

A nova produção do Centro Dramático de Évora (Cendrev) vai subir ao palco do centenário Teatro Garcia de Resende às 21:30 de quinta-feira, ficando em cena naquela cidade alentejana até ao dia 23 de novembro.

A companhia teatral realçou hoje que o texto de Rui Pina Coelho, escrito para ser levado à cena pelo Cendrev, aborda temáticas como a arte, o trabalho, o marxismo e a resistência cívica.

"É também um texto sobre emigração e sobre a opressão que o capital exerce sobre os indivíduos. Mas é, sobretudo, uma homenagem ao Cendrev e aos heróis da história do teatro", sublinhou o autor, citado pelo Cendrev.

Segundo Rui Pina Coelho, a "estrutura dominante" da peça é "a história recente do Cendrev e o seu digno exemplo de resistência e verticalidade face aos brutos e cegos cortes à atividade cultural".

As dificuldades financeiras da companhia também são abordadas pelo encenador do espetáculo e diretor do Cendrev, José Russo, num texto que integra o programa da peça.

"Sabemos todos que estamos a passar privações totalmente inexplicáveis" e que, em Portugal, se vive "um tempo marcado por profundos retrocessos nas condições de vida de muitos milhares de pessoas, nomeadamente aquelas que vivem do seu trabalho, como é o caso dos trabalhadores do Cendrev", afirmou.

Por isso, este espetáculo "é também um grito no Alentejo", argumentou José Russo, frisando que "é para o público" que o Cendrev trabalha e quer continuar a trabalhar.

Cada espetáculo "é sempre um desafio", mas, desta vez, referiu o encenador, "a aventura foi ainda mais fascinante por se tratar de um texto construído" para o Cendrev e, em particular, para os atores que vão subir ao palco.

Na nova produção do Centro Dramático de Évora, com cenografia e figurinos de Rita Abreu e iluminação de Pedro Bilou, a interpretação está a cargo de Ana Meira, José Russo e Rui Nuno.

Ler 815 vezes Modificado em terça, 28 outubro 2014 16:26

Pesquisar no Google

Canal nº 186169 – Portal Evoracity.NET no MEO Kanal
Canal nº 128300 – Mobilidade Elétrica no MEO Kanal

Código QR

QR Code

Publicidade

Click to listen highlighted text!Powered By GSpeech