Click to listen highlighted text!Powered By GSpeech
Welcome to Cidade de Évora, Portugal - Evoracity.NET  Welcome to Cidade de Évora, Portugal - Evoracity.NET
quinta, 12 fevereiro 2015 08:50

Évora: Nova associação quer “dar vida" ao aeródromo, dinamizando aviação amadora

A nova Associação Aeronáutica de Évora, cuja criação foi hoje anunciada pelos promotores, pretende dinamizar a aviação amadora e de lazer e contribuir para "dar vida" ao aeródromo da cidade, propriedade do município.

"A nossa vontade é sermos mais um parceiro estratégico da Câmara de Évora a procurar trazer para ali gente, porque são as pessoas que dão vida aos equipamentos", assumiu hoje à agência Lusa o presidente da direcção da associação, Joaquim Ramalho.

Constituída em Janeiro e a dar, agora, os primeiros passos, a Associação Aeronáutica de Évora (AEVORA) junta "44 sócios", residentes no distrito e "empenhados em dinamizar a aeronáutica de recreio, desportiva, lazer e educativa" na região, através do Aeródromo Municipal de Évora (AME), explicou a entidade.

Promover o aeródromo, a cidade de Évora e o Alentejo através de actividades aeronáuticas de carácter nacional e supranacional é prioridade do plano de actividades da associação.

Entre outras acções, "prevemos realizar um encontro nacional de aviação amadora, em Setembro, juntando ultraleves e parapentes", adiantou Joaquim Ramalho, referindo que a câmara, com a qual já foram realizadas "algumas reuniões", se mostrou "sensível" aos objectivos da associação.

"Eles [câmara] querem revitalizar o aeródromo e isso passa por juntar várias actividades aeronáuticas", como as que estão congregadas na AEVORA, que inclui ultraleves, planadores e parapentes, permitindo que "as pessoas convivam", frisou.

Ao longo dos anos, as actividades de aeronáutica de recreio e de lazer foram "sendo empurradas" para fora do aeródromo, sobretudo devido à Academia Aeronáutica de Évora, da empresa Canadian Aviation Electronics (CAE) e que formava pilotos de linha aérea, tendo fechado no final de 2012.

"Arranjámos alternativas a Évora", noutros concelhos do Alentejo ou fora da região, explicou Joaquim Ramalho, que é também piloto de planador, argumentando que o aeródromo, apesar de acolher "o Aeroclube de Évora e uma empresa de pára-quedismo", foi alvo de "esvaziamento nos últimos anos".

É esse cenário que a AEVORA quer contribuir para inverter, voltando a atrair ao aeródromo, nas imediações da cidade, quem se dedica às várias modalidades de aeronáutica amadora, para as quais "Évora é o local ideal".

"Temos já um historial de actividade ali, que foi desaparecendo e que importa voltar a trazer para o aeródromo", localizado "num local privilegiado, com relevo praticamente plano, sem grandes obstáculos e próximo de uma cidade que é capital de distrito", realçou.

quarta, 11 fevereiro 2015 16:56

Monsaraz recebe a primeira etapa do Campeonato Europeu de Formula Windsurfing

O concelho de Reguengos de Monsaraz vai receber entre os dias 14 e 17 de fevereiro a primeira etapa do Campeonato Europeu de Windsurf na classe Formula Windsurfing. A prova Monsaraz Lago Alqueva Formula Windsurfing 2015 vai decorrer no Centro Náutico de Monsaraz com cerca de 40 participantes de Inglaterra, França, Espanha e Portugal, entre os quais o velejador algarvio Miguel Martinho, que já integrou o top 10 mundial.

Esta é a primeira das três provas de apuramento nacional para o Campeonato Europeu e para o Campeonato Mundial da classe Formula Windsurfing, e é pontuável para os rankings mundial, europeu e ibérico de águas interiores. A competição é organizada pelo Clube Naval de Portimão com a coordenação da Associação Formula Windsurfing Portugal, do Município de Reguengos de Monsaraz e do Centro Náutico de Monsaraz, e tem como objetivo promover as potencialidades da região e do Grande Lago Alqueva na área dos desportos náuticos. Os espetadores poderão assistir à prova numa zona coberta.

A competição terá início no dia 14 de fevereiro pelas 14h30, enquanto nos dias seguintes está previsto começar às 11h.

A Formula Windsurfing foi criada em 1999 com o objetivo de ser uma classe de forte vocação para a competição, mas também para reduzir a quantidade de material que um atleta tem de transportar para cada campeonato, pois só poderá inscrever uma prancha, três velas e dois fins (quilha da prancha). Assim, torna-se mais fácil um amador poder competir com os profissionais, uma vez que existe um maior equilíbrio e por isso sobressai a técnica e a tática do próprio velejador. Esta classe tem intervalo de vento de 7 a 35 nós para se efetuarem as provas, o que também reduz a capacidade física de cada atleta.

terça, 10 fevereiro 2015 09:21

Embaixador do Brasil visita Évora para reforçar laços e aprofundar as relações económicas

O Presidente da Câmara Municipal de Évora, Carlos Pinto de Sá, recebeu no dia 5 de fevereiro o Embaixador do Brasil, Mário Vilalva, no âmbito de um programa promovido pela Secretaria de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação. O Embaixador veio acompanhado do Secretário de Estado, Luís Campos Ferreira.

Após assistir a um workshop no Núcleo Empresarial da Região de Évora (NERE) relacionado com o tema da internacionalização de empresas portuguesas, a comitiva foi recebida nos Paços do Concelho, tendo aí sido discutidos alguns pontos de convergência nas relações entre Évora e o Brasil. Seguiu-se uma visita guiada pelo Centro Histórico de Évora e receção na Fundação Eugénio de Almeida. À noite e em ano de classificação do Cante Alentejano pela UNESCO, a Câmara Municipal de Évora ofereceu um jantar na sede do Grupo Coral e Etnográfico Cantares de Évora com a presença de representantes das principais associações empresariais de Évora, ADRAL e Universidade de Évora. No dia seguinte, a comitiva teve oportunidade de visitar algumas empresas instaladas em Évora com investimentos no Brasil.

O Presidente Carlos Pinto de Sá sublinhou a importância de estabelecer forte cooperação com o Brasil. O reforço da divulgação de Évora como destino turístico foi um dos temas analisados já que Évora tem tido um grande acréscimo de turistas brasileiros em particular em anos recentes. Facto que é reconhecido pelo diplomata, o qual tem em vista trabalhar em conjunto com as autoridades portuguesas na elaboração de um guia turístico que, entre outros, referencie o património e a cultura de Évora.

"O turismo é importante para Évora", considerou Carlos Pinto de Sá, mas acrescentou que "há um conjunto de outras áreas que importa igualmente realçar, como é o caso do investimento da Embraer em Évora e as perspetivas futuras, cooperação aliás que consideramos estratégica".

O autarca salientou ainda que a Câmara proporcionou a esta comitiva um programa de visita a alguns dos monumentos mais emblemáticos, mas com uma forte componente de trabalho na área económica, tendo sido preparadas visitas a algumas empresas de Évora e disponibilizada informação que se poderá revelar fundamental para aprofundar a cooperação com o Brasil.

Pesquisar no Google

Canal nº 186169 – Portal Evoracity.NET no MEO Kanal
Canal nº 128300 – Mobilidade Elétrica no MEO Kanal

Código QR

QR Code

Publicidade

Click to listen highlighted text!Powered By GSpeech