Click to listen highlighted text!Powered By GSpeech
Welcome to Cidade de Évora, Portugal - Evoracity.NET  Welcome to Cidade de Évora, Portugal - Evoracity.NET
segunda 11 Dez. 2017
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

sexta, 21 novembro 2014 09:54

Évora assinala 28 anos de Património da UNESCO

Escrito por 
UNESCO UNESCO

A cidade de Évora assinala, na próxima semana, o 28.º aniversário da classificação do seu centro histórico como Património da Humanidade, podendo "a festa" coincidir com a atribuição do "selo" da UNESCO ao Cante Alentejano.

"Vamos assinalar mais um ano da classificação de Évora e esperamos associar a esta alegria uma outra que é o anúncio de que o Cante Alentejano será também considerado Património da Humanidade", afirmou hoje à agência Lusa o presidente da Câmara de Évora, Carlos Pinto de Sá.

O autarca manifestou-se esperançado na classificação do Cante Alentejano como Património Cultural Imaterial, pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), considerando que, "em rigor, já está assumida", porque "é um dos grandes cantes da humanidade".

"Este tipo de música popular, muito ligado às tradições de trabalho, tem tendência a desaparecer quando essas tradições de trabalho também desaparecem, mas o cante tem sabido resistir a essa mudança da sociedade no Alentejo, entrar em novas classes sociais e manter viva a chama", observou.

Carlos Pinto de Sá referiu que, tal como aconteceu com a cidade, o Cante Alentejano pode tirar proveitos do eventual "selo" da UNESCO, nomeadamente ao "dar-lhe maior alento à necessidade de o dinamizar e levá-lo às escolas e, naturalmente, uma visibilidade internacional ao Alentejo e também a Évora".

Segundo o autarca, um dos pontos altos das comemorações da classificação do centro histórico de Évora como Património da Humanidade é um concerto, marcado para segunda-feira, no Teatro Garcia de Resende, que junta em palco duas expressões musicais já reconhecidas pela UNESCO e outra em vias de ser classificada.

Sobe ao palco o Cante Alentejano com o Grupo "Cantares de Évora", o fado com Duarte e o Flamenco com Pilar Boyero, num espetáculo que se repete na quarta-feira em Cáceres (Espanha), que também está a comemorar os 28 anos da classificação como Património da Humanidade.

"É uma forma de sublinharmos a classificação de Évora como Património da Humanidade, de darmos o braço com outra cidade classificada pela UNESCO, como é o caso de Cáceres, e procurar, e esperamos que assim seja, festejar a classificação do Cante Alentejano", resumiu.

Na terça-feira, realiza-se a sessão solene no salão nobre da Câmara de Évora, em que participa, entre outros, Filipe Marchand, um dos responsáveis pelo processo da candidatura de Évora a Património da Humanidade, pela UNESCO.

A leitura de um texto original do poeta Manuel Gusmão, pelo ator Rui Nuno, do Centro Dramático de Évora (CENDREV), um recital de música e canto, a inauguração de uma exposição e uma animação cénica de luz e som, na Praça do Giraldo, são outras das iniciativas previstas para assinalar a data.

A decisão definitiva da UNESCO sobre a classificação do Cante Alentejano como Património Cultural Imaterial da Humanidade será conhecida na próxima semana.

Ler 1494 vezes

Pesquisar no Google

Canal nº 186169 – Portal Evoracity.NET no MEO Kanal
Canal nº 128300 – Mobilidade Elétrica no MEO Kanal

Código QR

QR Code

Publicidade

Click to listen highlighted text!Powered By GSpeech